Nutes é selecionado em edital do Ministério da Saúde para parceria com fabricante de aceleradores lineares

O Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) foi selecionado em edital para firmar Acordo de Cooperação Técnica com a empresa Varian Medical Systens, fabricante de aceleradores lineares, para transferência de tecnologia de desenvolvimento e operação de software. A parceria é resultado do Edital de Chamada Pública Radioterapia Nº 001/2016 do Ministério da Saúde, no qual o Nutes foi escolhido entre as Instituições Cientificas e Tecnológicas (ICTs) brasileiras que tinham interesse no projeto.Após a análise das propostas a classificação final do edital foi a seguinte:
1º NUTES/UEPB, INATEL, FEI
2º UNICAMP, Eldorado
3º UNIFESP
4º UFCG, Venturus

No Acordo de Cooperação Técnica, o Nutes participará de cursos e treinamentos realizados pela Varian com o objetivo de adquirir tecnologia capaz de desenvolver e certificar softwares utilizados nos aceleradores lineares. “Com essa parceria, estaremos acompanhando o desenvolvimento da primeira fábrica de aceleradores lineares da América Latina e estaremos na vanguarda das tecnologias de software embarcado que nela serão empregadas”, comentou o professor e pesquisador do Nutes, Paulo Barbosa, coordenador do projeto.

A parceria entre Nutes e Varian faz parte do projeto “Medidas de Compensação Industrial, Comercial ou Tecnológica” do Ministério da Saúde, através do Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (DECIIS), que visa, por meio do fortalecimento tecnológico e do desenvolvimento industrial, possibilitar condições favoráveis para o desenvolvimento nacional, reduzindo a dependência do país em relação ao mercado externo.

Essa iniciativa é uma estratégia brasileira para internalizar as tecnologias a partir do poder de compra do Estado. No Plano de Expansão do Ministério da Saúde está prevista a implantação de 80 soluções de radioterapia, contemplando equipamentos e infraestrutura, abrangendo 23 estados e 65 municípios.

Atualmente, o Brasil é considerado como um mercado em expansão na área da saúde e esta condição permitiu instituir o Acordo de Compensação Tecnológica com a Varian, que vai fornecer os aceleradores lineares para o Sistema Único de Saúde (SUS). O Acordo prevê a construção de uma fábrica para produção de aceleradores lineares, a criação de um centro de treinamento e capacitação no Brasil, o desenvolvimento e qualificação de fornecedores locais e o desenvolvimento de softwares, modalidade na qual o Nutes foi selecionado.

Related posts