Nutes entrega mais de 400 equipamentos produzidos na Parceira para o Desenvolvimento Produtivo

O Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) finalizou na segunda-feira (5), em Belém do Pará, a entrega da primeira remessa de equipamentos produzidos pela Parceira para o Desenvolvimento Produtivo (PDP), que tem como parceiros a empresa de dispositivos médicos Lifemed e o Departamento do Complexo Industrial e Inovação em Saúde (DECIIS) do Ministério da Saúde. Na capital paraense foram entregues à Secretaria Estadual, 25 desfibriladores e 40 monitores multiparamétricos.

IMG-20180305-WA0032

Nesta última fase de entrega da primeira remessa também foram repassados equipamentos ao Rio Grande do Sul. Na sexta-feira, 1º de março, foram entregues 41 desfibriladores e 40 monitores que passaram a fazer parte da rede de atendimentos aos pacientes do Sistema Único de Saúde (SUS) nos diversos hospitais espalhados pelo Estado.

Ao todo, nesta primeira etapa, o Ministério da Saúde e o Nutes, através da Parceria para o Desenvolvimento Produtivo, entregou 209 desfibriladores e 229 monitores, totalizando 438 equipamentos que foram distribuídos em seis estados: Bahia, Rio de Janeiro, Alagoas, Piauí, Pará e Rio Grande do Sul.

Os monitores têm como principal função detectar e monitorar frequência cardíaca, pressão sanguínea, pressão arterial, saturação de oxigênio arterial e frequência respiratória dos pacientes. Já os cardioversores monitoram batimentos cardíacos e produzem choques elétricos para reversão de parada cardiorrespiratória. A incorporação desses novos equipamentos na rede de hospitais dos estados proporcionarão melhorias no atendimento aos pacientes do SUS.

IMG-20180305-WA0033Pioneiro neste tipo de Parceria para o Desenvolvimento Produtivo, o Nutes tem contribuído com a transferência, absorção de tecnologia e produção de produtos estratégicos para atendimento às demandas do Sistema Único de Saúde (SUS). “Através da PDP estamos, como Universidade, cumprindo nossa função social em contribuir com a melhoria do sistema público de saúde do país”, destacou o coordenador geral do Nutes, Misael Morais.

A PDP, além de fornecer equipamentos de qualidade ao SUS, incentiva a produção de conhecimento para internalizar cada vez mais a produção de tecnologias em saúde no país. “A Parceria para o Desenvolvimento Produtivo envolve parceiros públicos e indústrias. O Sistema Único de Saúde (SUS) incentiva empresas que façam parcerias com institutos e universidades para o investimento em conhecimento e tecnologia”, explicou Paulo Barbosa, professor da UEPB, pesquisador do Nutes e um dos coordenadores da PDP.

Related posts