Nutes participa de reunião do projeto para tratamento da obesidade infantil

O pesquisador do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da UEPB, Paulo Barbosa, participou nos dias 20 e 21, em Fortaleza, de uma reunião que envolveu parceiros do projeto Solução Inteligente de Tratamento da Obesidade Infantil por meio do Potencial da Internet das Coisas (em inglês, OCARIoT).

IMG-20180320-WA0023Durante o encontro, cada instituição apresentou o andamento das atividades que são responsáveis no projeto. O Nutes é encarregado das questões que envolvem aspectos éticos e legais do Ocariot, aquisição de dados por meio de sensores (IoT) e participação nas atividades de validação funcional, disseminação e exploração da solução.

As doze instituições do Brasil e da Europa envolvidas no projeto irão desenvolver aplicativos que associados a sensores serão capazes de monitorar em tempo real informações do dia a dia das crianças, como atividades físicas, batimentos cardíacos, queima calórica, refeições. Os dados serão compartilhados por meio de uma rede de Internet das Coisas.

De acordo com dados do Ministério da Saúde, o excesso de peso já afeta uma em cada três crianças em idade escolar no Brasil. A tendência é que essa estatística aumente devido a nova realidade familiar da sociedade atual, na qual os pais, muitas vezes, não têm tempo de acompanhar de perto a rotina dos filhos. Com o Ocariot será possível os pais receberem informações em tempo real e à distância do estilo de vida dos filhos, o que permitirá orientá-los a práticas mais saudáveis.

O projeto Solução Inteligente de Tratamento da Obesidade Infantil por meio do Potencial da Internet das Coisas foi aprovado na 4ª Chamada Coordenada Brasil-União Europeia (EU) em Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC), realizada dentro do programa Horizontes 2020 (H2020) da União Européia.

Related posts