Nutes recebe visita do presidente da Financiadora de Inovação e Pesquisa

A Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) recebeu, nesta quinta-feira (21), a visita do general Waldemar Barroso Magno Neto, recém-empossado presidente da Financiadora de Inovação e Pesquisa (Finep), agência de fomento público à Ciência, Tecnologia e Inovação em empresas, universidades e outras instituições. Na ocasião, foram apresentados a ele e sua equipe os laboratórios, instalações, equipamentos e algumas das pesquisas desenvolvidas no Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes), centro de referência em pesquisa e prestação de serviços aplicados à saúde humana, instalado no Câmpus de Campina Grande.

DSC_1161

Receberam a comitiva o reitor Rangel Junior; o vice-reitor Flávio Romero; a pró-reitora de Pós-Graduação e Pesquisa (PRPGP), Maria José Lima; a coordenadora administrativa do Nutes, Kátia Galdino, dentre outros integrantes do Núcleo e da Universidade. Ainda participaram da incursão o secretário-executivo da Ciência e Tecnologia do Estado da Paraíba, Cláudio Furtado, e o presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq), Roberto Germano.

Acompanhado pelo diretor de Desenvolvimento Científico e Tecnológico, Wanderley de Souza, e demais integrantes da equipe, o general Waldemar Barroso cumpriu na UEPB parte da agenda de visitações a instituições científicas, de ensino e pesquisa paraibanas, a exemplo da Fundação Parque Tecnológico (PaqTcPB), Laboratório de Certificação e Desenvolvimento de Biomateriais do Nordeste (CertBio/UEPB), universidades federais da Paraíba (UFPB) e de Campina Grande (UFCG).

O reitor Rangel Junior lembrou que as universidades públicas do Brasil detêm cerca de 95% de toda produção científica do País e, nelas, estão instaladas as expertises em Ciência e Tecnologia, sendo importante a visita do presidente da Finep para conhecer de perto os resultados dos núcleos onde estão sendo aplicados todos estes investimentos, tendo em vista que a maior parte dessas aplicações parte da Finep ou do Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CnPq), que são agregados através do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação.

A pró-reitora de pós-graduação e pesquisa da UEPB, Maria José Lima, disse enxergar na presença de Waldemar Barroso a oportunidade de mostrar que todo o recurso investido na UEPB está dando retorno e que ainda há um grande potencial a ser desenvolvido. “Além do Nutes, ele visitou o Biotério e as instalações do Laboratório Multiusuário (LabMulti), um projeto que foi aprovado em 2014, que só teve liberação de recursos em 2018 mas, mesmo assim, já está em construção bem avançada no Câmpus I”, acrescentou.

DSC_1185Waldemar Barroso parabenizou os resultados alcançados pela UEPB e ressaltou a relevância de todos os benefícios oferecidos através de tratamentos buco-maxilo-facial, cuidados com idosos e outras iniciativas destacadas na área da Saúde. “A gente percebe que esta é uma Universidade voltada para resultados, que tem um corpo de professores e pesquisadores qualificado, com objetivos para a sociedade, trabalhos em equipe de forma multidisciplinar, com foco na indústria e na comunidade. O que temos, por fim, são pessoas recebendo valores e eu saio daqui realmente satisfeito em conhecer uma região próspera, onde é possível ver o Brasil realmente crescer”, afirmou.

“O Nutes foi criado a partir de uma encomenda feita à Finep ainda em 2008, que ofertou na época um aporte de R$ 8 milhões para infraestrutura e para as primeiras compras de equipamentos que seriam instalados no laboratório”, observou a professora Kátia Galdino, ressaltando que o convênio funcionou como uma semente, mas que a Instituição ainda necessita do apoio da Financiadora para continuar com o desenvolvimento de pesquisas. Após a visita à UEPB, a comitiva seguiu com a programação de visitas a outras instituições de fomento à pesquisa do Estado.

Texto: Giuliana Rodrigues (Ascom/UEPB)

Related posts