Pesquisador do Nutes participa de treinamento especializado em empresa nos Estados Unidos

O pesquisador do Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB), Paulo Barbosa (primeira foto ao centro), que também é professor do curso de Computação da Instituição, participou entre os dias 11 e 29 de junho, de um treinamento na sede da empresa Varian Medical Systems, na cidade de Palo Alto, na Califórnia, Estados Unidos. A capacitação faz parte do acordo de compensação tecnológica, celebrado entre o Ministério da Saúde e a empresa, que foi firmado no Plano de Expansão da Radioterapia no Sistema Único de Saúde (SUS).

Paulo recebe certificadoO Ministério fez a maior compra mundial de aceleradores lineares e em forma de contrapartida exigiu que a Varian instalasse uma fábrica no Brasil, possibilitasse a qualificação de fornecedores locais, transferisse tecnologia de softwares para equipamentos médicos, etapa que o Nutes está incluído, e ainda implantasse um centro de treinamento e capacitação no País.

Ao final do treinamento nos Estados Unidos, o pesquisador Paulo Barbosa destacou a importância da interação com as rotinas produtivas da empresa. “Pudemos emergir no dia a dia da Varian, conhecer seus produtos e processos. Em particular, pude associar o que foi visto à qualificação de várias atividades no Nutes, o que pode gerar outras parcerias estratégicas com a empresa”, destacou.

O Nutes integra o consórcio vencedor do edital que selecionou as Instituições Científicas e Tecnológicas (ICT’s) que apresentaram propostas para firmar acordo de cooperação técnica com a Varian para transferência de tecnologia de desenvolvimento e operação de software. Também integram o consórcio o Inatel Competence Center e a Universidade Federal de Itajubá de Minas Gerais.

O principal objetivo do consórcio é conseguir absorver os conceitos que estão sendo transferidos no processo e implementá-los nas principais atividades da divisão de dispositivos médicos do Nutes. Deste modo, a parceria se concentrará, após o processo de transferência, na criação de procedimentos e materiais didáticos que possam ser abordados em projetos que envolvam software embarcado para dispositivos médicos.

Related posts