Projeto de ventilador pulmonar desenvolvido pelo Nutes é selecionado em edital da Fapesq-PB

O projeto do ventilador pulmonar, denominado de RespNutes, desenvolvido pelo Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) foi selecionado no edital da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado da Paraíba (Fapesq-PB) da Secretaria de Estado da Educação e da Ciência e Tecnologia (SEECT).

Foram selecionados dez projetos que vão dividir os recursos de R$ 1 milhão garantidos pela administração estadual e que serão liberados tão logo sejam assinados os Termos de Concessão Financeira com os pesquisadores e passados os trâmites de abertura de contas. Cada proposta pôde solicitar até R$ 200 mil. A execução dos projetos de pesquisa deve ser de até nove meses.

O ventilador pulmonar do Nutes foi desenvolvido no período de um mês e priorizou a utilização de peças encontradas no mercado local. “A compra de materiais em outros centros atrasaria a montagem e precisávamos ser rápidos numa resposta ao problema da falta desse equipamento”, destacou o professor Misael Morais, coordenador geral do Nutes e um dos idealizadores do projeto.

O modelo de equipamento envolve uma interface do usuário que possibilita a manipulação de diferentes variáveis utilizadas no tratamento do paciente por parte do profissional na UTI. O ventilador vai iniciar os testes clínicos, regulatórios e depois seguir para produção em escala industrial. A aprovação no edital da Fapesq-PB vai possibilitar o refinamento do projeto. “O investimento do Governo do Estado em soluções desenvolvidas na Paraíba visa incentivar o desenvolvimento de tecnologias nacionais, uma diminuição da dependência de outros países, principalmente da China. Vimos nesta pandemia que a desindustrialização não foi benéfica para o país”, comentou Widson Gomes de Melo, pesquisador do Nutes e um dos idealizadores do projeto.

De acordo com informações do site da Fapesq-PB o edital“tem o objetivo de contribuir para a rápida implementação de soluções de monitoramento, análise e recomendações, frente à pandemia de Covid-19, as quais têm acometido a sociedade paraibana, fomentando a pesquisa socialmente referenciada a ser realizada em concomitância ao alastramento da pandemia, adotando metodologias a fim de monitorar, avaliar, mapear e elaborar análise crítica, considerando as desigualdades quanto à prevenção, propagação, adoecimento e consequências econômicas e sociais do Estado da Paraíba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Traduzir »