Nutes da UEPB é credenciado como unidade Embrapii para desenvolvimento de software e hardware para saúde

O Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da UEPB foi anunciado esta semana como uma das novas unidades da Empresa Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial (Embrapii) para atuar na área de desenvolvimento de software e hardware para a saúde. Para obter o credenciamento o Nutes submeteu um projeto de atuação na Chamada Pública 04/2022, no qual foram atestados, entre outros pontos, a competência para desenvolvimento de tecnologias e inovações, infraestrutura e equipe própria para desenvolver projetos na área proposta no edital.

Com o credenciamento o Nutes está apto a receber recursos financeiros para prospectar e executar projetos de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (P,D&I), em parceria com empresas industriais para desenvolvimento de hardware e software para a saúde. Como unidade Embrapii o Nutes vai receber investimentos para desenvolver e executar projetos de forma mais ágil e flexível. “Desde 2015 buscávamos por esse credenciamento por enxergar a grande importância dele tanto para a ICT (Instituição Científica, Tecnológica e de Inovação) credenciada como para o setor industrial brasileiro. Podemos citar alguns ganhos como: a forma desburocratizada dessa parceria para contratação dos projetos e os benefícios que uma empresa recebe ao desenvolver projetos em conjunto com a instituição, como o acesso aos laboratórios, à competência dos pesquisadores e acesso a um corpo técnico qualificado”, destacou a coordenadora administrativa do Nutes, professora Kátia Galdino.

O Nutes foi a única unidade selecionada no edital que vai atuar na área de saúde. Os outros polos vão atuar nas áreas de agroindústria, biocombustíveis, insumos químicos, energia, conectividade, nanotecnologia, inteligência artificial e visão computacional. “Estamos muito orgulhosos e certos que o nosso trabalho já rende frutos importantes pois a Embrapii faz uma seleção muito rígida da área na qual a instituição poderá atuar. O Nutes e a UEPB demonstram assim a sua excelência na área de desenvolvimento de software e hardware na área de saúde”, acrescentou Kátia.

A Embrapii vai investir R$ 45 milhões nas novas unidades para o desenvolvimento de projetos de inovação. O dinheiro é resultado de parcerias com os ministérios da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI) e da Educação (MEC). Como os investimentos da Embrapii exigem contrapartida financeira de empresas e dos centros de pesquisa parceiros a estimativa é que o investimento total em inovação chegue aos R$ 150 milhões.

A Embrapii conta com uma rede de 89 instituições parceiras, que atuam em cooperação para fomentar a inovação no setor empresarial. Desde sua fundação a Associação apoiou 1.800 projetos, em um total de R$ 2,6 bilhões.

EMBRAPII

A Associação Brasileira de Pesquisa e Inovação Industrial – EMBRAPII – é uma instituição privada sem fins lucrativos, qualificada como Organização Social pelo Poder Público Federal em setembro de 2013. A atuação institucional é orientada pelos objetivos fixados no Contrato de Gestão, firmado em dezembro do mesmo ano, com o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações – MCTIC – e com o Ministério da Educação – MEC.

O modelo de operação da EMBRAPII foi concebido para induzir a cooperação entre instituições de pesquisa científica e tecnológica e empresas industriais, explorando a sinergia entre ambas e estimulando a transferência de conhecimentos e a busca de soluções tecnológicas. A premissa é de que essa aproximação poderá dar uma importante contribuição para o aumento da intensidade tecnológica e da capacidade de inovação da indústria brasileira.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Posts Relacionados

Traduzir »