Software desenvolvido pelo Nutes é usado no Programa Opera Paraíba do Governo do Estado

Software desenvolvido pelo Nutes é usado no Programa Opera Paraíba do Governo do Estado

O Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da UEPB é o responsável pelo desenvolvimento do software que é usado pelo Programa Opera Paraíba da Secretaria de Saúde do Governo do Estado. Todo o fluxo de regulação de cirurgias eletivas foi desenvolvido pelo Laboratório de Sistemas de Gestão Hospitalar, o Lab-SISGH, do Nutes. A plataforma denominada de RegNUTES está sendo utilizada pelas unidades de saúde do estado, pelas secretarias municipais de saúde e pela população e já conta com mais de 10 mil cirurgias cadastradas. Para conhecer um pouco mais do sistema assista o vídeo informativo clicando .

A regulação de cirurgias compreende a solicitação de uma cirurgia para que a central de regulação possa direcionar o paciente para um hospital habilitado mais próximo. O RegNutes também possibilita o monitoramento da lista de espera por cirurgias, o que proporciona transparência no processo das cirurgias eletivas e o acompanhamento por parte do paciente. “Foi um software desenvolvido por toda equipe do laboratório para a atender uma demanda da Secretaria Estadual de Saúde. O sistema é capaz organizar as listas de cirurgias cadastradas pelos municípios, impactando diretamente e de forma positiva na vida dos cidadãos paraibanos que aguardam por uma intervenção cirúrgica”, destacou a coordenadora do Laboratório de Sistemas de Gestão Hospitalar, a professora Sabrina Souto.

Em entrevista divulgada pelo site institucional do Governo do Estado, o Secretaria de Sáude, Jhony Bezerra, destacou que o RegNUTES é uma ferramenta essencial para manter a celeridade e facilitar o acesso do cidadão ao Programa Opera Paraíba.  Jhony Bezerra também destacou que o Programa e sobretudo a ferramenta de cadastramento foram apresentados em reunião ao Ministério da Saúde e que, inclusive, duas equipes de secretarias de saúde de outros estados já visitaram a Paraíba para conhecer a operacionalização do Opera Paraíba.

Desde o início do Programa já foram realizadas mais de 50 mil cirurgias que contemplam mais de 81 procedimentos cirúrgicos. As especialidades assistidas vão desde cirurgias gerais, até cirurgias ginecológicas, passando por procedimentos urológicos, oftalmológicos, ortopédicos, vasculares e de cabeça e pescoço, entre outros.

Para ser atendido no Programa Opera Paraíba, o usuário precisa preencher um cadastro nas USFs das Secretarias de Saúde de cada município ou Unidades de Saúde do Estado. Essa demanda é encaminhada para a Secretaria Estadual de Saúde, que faz o levantamento e direciona os pacientes de acordo com a localização para o hospital regional mais próximo

Outra opção é por meio da internet, onde o interessado deverá acessar a página do Opera Paraíba no endereço www.operaparaiba.pb.gov.br, preencher o formulário, anexar os exames e o laudo médico que confirme a necessidade de uma cirurgia. Depois dessa etapa o paciente é classificado pela Central de Regulação e encaminhado para o Hospital Regional executante mais próximo.

 

Posts Relacionados

Traduzir »