Projetos apoiados pelo Nutes são aprovados em edital do Ministério da Ciência e Tecnologia

O Programa Centelha, iniciativa do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), aprovou dois projetos na área de Internet das Coisas (IoT) que são apoiados pelo Núcleo de Tecnologias Estratégicas em Saúde (Nutes) da UEPB. São eles: a “Plataforma IoT para Monitoramento de Idosos” e a “Estação Meteorológica Automática de Baixo Custo”.

A Plataforma IoT para Monitoramento de Idosos foi apresentada pela pesquisadora, Eujessika Katielly Rodrigues Silva, mestre em Ciência e Tecnologia em Saúde pela UEPB e doutoranda em Fisioterapia (UFRN). O projeto é desenvolvido no âmbito do Laboratório de Computação Biomédica em parceria com outros pesquisadores que formam a startup apoiada pelo Nutes.

A projeto consiste em captar informações sobre sinais vitais e comportamento do indivíduo através de smartwatches, apontando indicadores chaves de desempenho e associações de possíveis desfechos comuns ao processo de envelhecimento humano.

O outro projeto apoiado pelo Nutes aprovado no Programa Centelha, a Estação Meteorológica Automática de Baixo Custo, é caracterizada pela utilização de uma recente tecnologia de transmissão de dados, denominada por LoRa. O diferencial inovador deste projeto é que o consumo de energia elétrica é consideravelmente reduzido e a capacidade de transmissão dos dados monitorados é potencialmente ampliada, permitindo que a estação seja instalada em ambientes remotos mesmo com ausência de internet e redes de telefonia.

A proposta foi submetida ao Centelha pelo pesquisador, Widson Gomes de Melo, da área de desenvolvimento por meio de eletrônica e computação embarcada, que é responsável pela equipe que ainda conta com uma profissional da área de gestão responsável por gerenciar os recursos, a mestre em Contabilidade Kamilla Alves Barreto, e um outro profissional da área de meteorologia, responsável pela validação e aplicação em campo, a mestre em Meteorologia Sheilla Christini Santana Ribeiro.

A Estação Meteorológica também foi desenvolvida nas dependências do Nutes, que além de oferecer o laboratório para a realização das pesquisas ainda deu suporte para a aquisição de materiais, ferramentas e desenvolvimento das tecnologias envolvidas.

Ao todo foram aprovados 28 projetos no Programa, sendo A Plataforma IoT para Monitoramento de Idosos o terceiro lugar como projeto com maior potencial de inovação e mercado e a Estação Meteorológica Automática de Baixo Custo, o sétimo.

Cada projeto aprovado vai receber até R$ 60 mil em subvenção econômica, além de outros benefícios oferecidos por parceiros do programa. Ainda, durante seis meses, essas empresas passarão por um processo de pré-incubação com suporte e capacitação para transformar suas ideias em negócios de sucesso.

O Programa é promovido pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e pela Financiadora de Estudos e Projetos (Finep), em parceria com o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) e o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap), operada pela Fundação CERTI e executada na Paraíba pela Secretaria de Estado da Educação, Ciência e Tecnologia (SEECT) e Fundação de Apoio à Pesquisa (Fapesq). Serão investidos na Paraíba recursos na ordem de aproximadamente R$ 1,7 milhão, sendo 570 mil de contrapartida do Estado.

O Programa Centelha visa estimular a criação de empreendimentos inovadores, a partir da geração de novas ideias, e disseminar a cultura do empreendedorismo inovador em todo território nacional, incentivando a mobilização e a articulação institucional dos atores nos ecossistemas locais, estaduais e regionais de inovação do país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Posts Relacionados

Traduzir »